quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O HOSPITAL




Nesses dias e meses que antecedem eleições um dos assuntos mais abordados na Tv, nos rádios e nas conversas é sobre saúde, principalmente a questão dos hospitais. E de tanto ouvir falar nisso me veio algo na mente, a Igreja ( nova de Cristo, não instituições, denominações...) é um hospital.

Você deve estar se perguntando: mas um hospital, um lugar cheio de doentes, mancos, enfermos, pessoas sem esperança? Sim, isso é a Igreja, um lugar cheio das pessoas da pior espécie pronta para ser tratada e curada pelo Espírito Santo. Ops, já ia esquecendo, como em todo hospital, temos certas funções e cargos, e se olharmos bem, é nítido. Podemos ver Deus, Ele é o diretor deste hospital, é Ele que manda, que coordena, tomas todas as providências para que tenhamos todo os recursos e materiais necessários para trabalhar. Temos também o médico chefe, Jesus, o único que realmente salva, que cuida para que todos tenham vida: "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos;" Lucas 5:3. Claro, não podia faltar o médico de plantão, que incrivelmente é sempre o mesmo, o Espirito Santo, sempre pronto para tratar nossas feridas da alma, curar nossas enfermidades emocionais, cuidar de nossos corações. Temos também nosso enfermeiro padrão, o Pr., que é quem tem o primeiro contato com os doentes no hospital, muitas vezes preparando-os para se encontrar com Jesus.

Legal, e ai, onde que eu entro nisso tudo, qual seria a nossa função? Pra que servimos? Somos o que? Primeiramente, temos que entender que TODOS somos pacientes desse hospital, todos temos marcas, cicatrizes em nossas vidas, já estivemos muito doentes, mas agora já estamos em tratamento, alguns já tem seu quadro clínico estabilizado, outros estão somente na prevenção agora. Mas ao mesmo tempo que somos tratados, também temos uma função no hospital, pode ficar calmo, você não é um inútil, nós somos os Motoristas das ambulâncias!!! Como? Motorista de ambulância? Isso, é NOSSA responsabilidade irmos buscar todos aqueles que estão doentes, que já não tem mais forças para virem por si mesmos, tiveram infartos, derrames, estão a beira da morte, e se não formos rápidos, precisos, e fizermos nosso trabalho com total concentração e dedicação eles irão morrer! E a responsabilidade será nossa! Agora temos 2 problemas: 1º, temos mais doentes do que "motoristas" dispostos a ir buscá-los "Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?" Romanos 10:14. E 2º, alguns motoristas simplesmente não querem saber de trabalhar, sempre arranja desculpinhas para o "Patrão", e isso têm feito com que muitas vidas sejam perdidas, por um simples motivo: Preguiça.
Agora te digo, vamos parar de arranjar mentirinhas para Deus, desculpas esfarrapadas, e sejamos "motoristas" bons e fiéis, dedicados aquilo que nos foi ordenado fazer: "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16:15

sábado, 11 de setembro de 2010

A TEMPESTADE



"Há quanto tempo eu estou nessa tempestade?

Tão oprimido pelo oceano informe

Está se tornando cada vez mais difícil caminhar sobre as águas

Com essas ondas quebrando em minha cabeça

Se eu apenas pudesse te ver

Tudo ficaria bem

E se eu pudesse te ver

Essa tempestade viraria luz

E eu vou caminhar sobre as águas

E você vai me segurar se eu cair

E eu vou me perder dentro dos seus olhos

E tudo ficará bem

E tudo ficará bem

Eu sei que você não me trouxe aqui para me afogar

Então por que eu estou a dez pés de profundidade de cabeça para baixo?

Mal sobreviver se tornou meu propósito

Por que eu estou tão acostumado a viver de baixo da superfície

(...)

E eu vou andar sobre as águas

E você vai me segurar se eu cair

E eu vou me perder dentro dos seus olhos

E tudo ficará bem

E eu vou caminhar sobre as águas

E você vai me segurar se eu cair

E eu vou me perder dentro dos seus olhos

E sei que tudo está bem..."

(Tradução da música " Storm ", da banda Lifehouse)

Essa música é pra mim como uma oração, que reflete bem momentos que eu passei, e que certamente muitos de vocês já passaram também, que é quando menos percebemos encontramo-nos em meio a uma tempestade, afundando, mesmo sabendo que Deus está ali, pertinho de de nós. E vou te dizer, sem dúvida nenhuma é uma das piores sensações que se pode sentir, a de ver tudo acontecendo, e não ter reação, não saber o que fazer, enquanto problemas, preocupações, angústias começam a te puxar para o fundo, e a partir daí esquecemos de tudo o que o Pai já fez por nós, e do tanto que Ele nos ama.

A letra desta canção é baseada num fato, relatado na Bíblia, onde os discípulos de Jesus estão navegando pelo mar, em meio a uma grande tempestade, e eis que avistam o Mestre vindo até eles, andando sobre as águas, então Seu discípulo mais obstinado pede a Ele que o deixe ir a seu encontro, andando também por cima da água, e Jesus o chama: Vem. Ele vai, mas no meio do caminho começa a reparar na força do vento, no tamanho das ondas, e se esquece que Jesus estava ali, a poucos metros dele, então começa afundar, e o desespero toma conta de seu coração, e ele grita desesperadamente: "Senhor, salva-me!"."E logo Jesus, estendendo a mão, segurou-o, e disse-lhe: Homem de pouca fé, por que duvidaste?"Mateus 14:3.

O desespero que nos vem ao coração quando nos vemos em meio uma tempestade de dúvidas, problemas, doenças, inseguranças, nos leva a desviarmos nossos olhos de Jesus, e aí que as coisas pioram, pois sem Ele não somos nada. Nesses momentos temos que nos lembrar daquEle que nos criou e salvou, e que disse: "Considerai os lírios, como eles crescem; não trabalham, nem fiam; e digo-vos que nem ainda Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como um deles.E, se Deus assim veste a erva que hoje está no campo e amanhã é lançada no forno, quanto mais a vós, homens de pouca fé?" Lucas 12: 27,28. Deixemos de ser homens de pouca fé, oremos e busquemos todos os dias, pois se aqueles que conviveram e viram tudo que Jesus fez, ao vivo, foram chamados 12 vezes de homens de pequena fé, por Ele, quanto mais nós. Sim, nestas horas podemos chorar, sentir dor, tristeza, isso não é errado, não é pecado, mas nunca podemos nos esquecer de Deus, do quanto Ele nos ama, do tanto que cuida de nós, e de como SEMPRE quer o nosso melhor, mesmo que tenhamos que atravessar chuva, ventos, e mares revoltos para estarmos ao seu lado.

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

A VIDA PEDE PASSAGEM...


“Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...

Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...”

(Música “Paciência”, do Lenine)ouça AQUI

Essa música mostra bem o que têm acontecido com nós, o dia parece cada vez menor, temos que trabalhar, estudar, ir à academia, na igreja, no shopping, no salão, pegar trânsito, cuidar da família, se encontrar com os amigos, aprendermos outras línguas, tocar um instrumento, escrever um blog, agüentar bronca do patrão, do professor, do pai, da mãe, do irmão, da irmã, da namorada, ver nosso time perder no futebol, até no videogame, nos preocupamos com gripe suína, aviaria, política, segurança, vestibular, prova, concursos, todos nos cobram, o MUNDO nos cobra, levamos nossas mentes e corpos ao extremo de cobrança e exaustão.

Não temos tempo para nada, até nosso lazer é programado, cronometrado e engessado. Afundamo-nos em stress, solidão, tristeza, preocupação, a alegria passa longe, não vemos mais razão para sorrir. Os problemas invadem nosso sono, tiram a paz dos corações. A angústia se espalha pelo corpo como uma droga. O cansaço tanto físico como mental e emocional tira todo nosso animo.

Agora, como sair dessa situação? Parece uma bola de neve, onde uma coisa puxa a outra: Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e as tuas vagas têm passado sobre mim.” Salmos 42:7.

Têm uma coisa a fazer: PARE! Isso, pare um pouco, desacelere, esqueça tudo o que está fazendo e comece a reparar na vida, tão rara ultimamente, tão cara, sim, cara, pois foi pago um preço altíssimo para que você tenha vida, e mais, a tenha por completo, com alegria, satisfação, paz: eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.João 10:10b. Repare na beleza de se viver, pois foi Deus quem te fez viver, veja a mão dEle nas pequenas coisas, em um abraço, na natureza, em um sorriso, uma gargalhada. A quanto tempo você não para pra jogar conversa fora, dar boas risadas com seus amigos, familiares? E acima de tudo, todos os dias, lembre-se de agradecer a Deus, por Ele te dar mais este dia, que por mais denso que seja, mas foi Ele que te deu, e permitiu que esteja respirando mais uma vez, por isso não percamos nossa paciência a toa com pequenas bobeiras, nem nos enchamos de raiva por qualquer coisa, a vida vale infinitamente mais do que isso, e mesmo que você tenha mais motivos para se entristecer do que se alegrar, lembre-se, você tem o maior motivo para colocar um sorriso no rosto, e ser feliz, você tem o consolador em seu coração, o Espirito Santo: “Alegrai-vos na esperança, sede pacientes na tribulação, perseverai na oração” Romanos 12:12

Agora te pergunto, hoje você parou para falar com Deus, e agradece-lo por estar vivo, e ter a honra de louva-lo com sua vida? Se não, coloque-se diante dEle em oração e lembre-se de tudo que Ele faz em sua vida, e que nossas ações sejam uma forma de louvar, engrandecer, e agradecer a Ele, por tudo que acontece com nós: “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.1 Tessalonicenses 5:18