quinta-feira, 16 de setembro de 2010

O HOSPITAL




Nesses dias e meses que antecedem eleições um dos assuntos mais abordados na Tv, nos rádios e nas conversas é sobre saúde, principalmente a questão dos hospitais. E de tanto ouvir falar nisso me veio algo na mente, a Igreja ( nova de Cristo, não instituições, denominações...) é um hospital.

Você deve estar se perguntando: mas um hospital, um lugar cheio de doentes, mancos, enfermos, pessoas sem esperança? Sim, isso é a Igreja, um lugar cheio das pessoas da pior espécie pronta para ser tratada e curada pelo Espírito Santo. Ops, já ia esquecendo, como em todo hospital, temos certas funções e cargos, e se olharmos bem, é nítido. Podemos ver Deus, Ele é o diretor deste hospital, é Ele que manda, que coordena, tomas todas as providências para que tenhamos todo os recursos e materiais necessários para trabalhar. Temos também o médico chefe, Jesus, o único que realmente salva, que cuida para que todos tenham vida: "E Jesus, respondendo, disse-lhes: Não necessitam de médico os que estão sãos, mas, sim, os que estão enfermos;" Lucas 5:3. Claro, não podia faltar o médico de plantão, que incrivelmente é sempre o mesmo, o Espirito Santo, sempre pronto para tratar nossas feridas da alma, curar nossas enfermidades emocionais, cuidar de nossos corações. Temos também nosso enfermeiro padrão, o Pr., que é quem tem o primeiro contato com os doentes no hospital, muitas vezes preparando-os para se encontrar com Jesus.

Legal, e ai, onde que eu entro nisso tudo, qual seria a nossa função? Pra que servimos? Somos o que? Primeiramente, temos que entender que TODOS somos pacientes desse hospital, todos temos marcas, cicatrizes em nossas vidas, já estivemos muito doentes, mas agora já estamos em tratamento, alguns já tem seu quadro clínico estabilizado, outros estão somente na prevenção agora. Mas ao mesmo tempo que somos tratados, também temos uma função no hospital, pode ficar calmo, você não é um inútil, nós somos os Motoristas das ambulâncias!!! Como? Motorista de ambulância? Isso, é NOSSA responsabilidade irmos buscar todos aqueles que estão doentes, que já não tem mais forças para virem por si mesmos, tiveram infartos, derrames, estão a beira da morte, e se não formos rápidos, precisos, e fizermos nosso trabalho com total concentração e dedicação eles irão morrer! E a responsabilidade será nossa! Agora temos 2 problemas: 1º, temos mais doentes do que "motoristas" dispostos a ir buscá-los "Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue?" Romanos 10:14. E 2º, alguns motoristas simplesmente não querem saber de trabalhar, sempre arranja desculpinhas para o "Patrão", e isso têm feito com que muitas vidas sejam perdidas, por um simples motivo: Preguiça.
Agora te digo, vamos parar de arranjar mentirinhas para Deus, desculpas esfarrapadas, e sejamos "motoristas" bons e fiéis, dedicados aquilo que nos foi ordenado fazer: "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura." Marcos 16:15

Nenhum comentário:

Postar um comentário