segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Um Novo Jeito!

   Faz mais de uma semana que venho pensando no que escrever. Ideias vem e vão com o vento, mas nada se concretiza. Mas isso no fim não foi ruim, na realidade foi uma oportunidade que se abriu sem querer, pois sem inspiração me "resta" divulgar o trabalho dos outros. Não seria resta, pois este trabalho é mais importante do que o tudo que faço escrevendo, pois eles vivem o que escrevo, mais do que isso, não vivem, permitem que Cristo viva através deles e assim é possível ver a imensidão do amor de Deus através das atitudes deles. Estou falando do grupo Novo Jeito http://www.novojeito.com/ que vem com um trabalho de ação social fantástico, fazendo aquilo que é dever de TODOS que se dizem Cristãos, mas que infelizmente poucos realmente se importam em viver como Jesus manda, amando a seu PRÓXIMO. "E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes." Marcos 12:31
Que vocês possam estar ajudando-os. uma das ações mais interessantes deles está nessa, a de cada 100 followers( seguidores ) que eles conseguem no twitter ( http://twitter.com/#!/onovojeito )

  
  Com um ato tão simples você vai estar ajudando uma pessoa pelo menos. Vai fazer o que? Continuar ignorando que a diferença quem faz é você? Ou começar a parar de ser um alienado sem coração e partir para a ação? 
Fica aqui o desafio para você: Até quando você vai deixar que outros façam o que é dever SEU?






quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Oh meu DEUS...




Oh Meu Deus, olhe só este lugar
Seus dedos enlaçam em volta do osso
Você ordena pausa e ajusta o tom
Belos vôos, o futuro desmorona
Sobre a dor do presente. Todo tolo diz: ?oh meu Deus?

Oh Meu Deus, porque temos tanto medo?
Fazemos pior quando não sofremos
Não há cura para a nossa enfermidade
Diga uma frase e se levante novamente
Ou finja que morreu e conte apenas para seu melhor amigo
Oh meu Deus.

Oh Meu Deus, posso reclamar?
Você tira de mim a minha segura fé e insere a minha alma em seu luto
Núpcias, navios e álibis
Todos dispersos e uma mãe a chorar

Mentirosos e tolos, filhos e fracassos, Os ladrões sempre vão dizer...
Perdidos e achados, viajantes indispostos, Curandeiros sempre dizem...
Promíscuos e anjos, homens com problemas, Retirantes sempre dizem...
Aqueles com corações partidos, solitários, Os órfãos sempre dizem...
Iniciantes de guerra, preconceituosos raciais, Pregadores sempre dizem...
Pais que estão longe, combatentes vencido, Doadores sempre dizem,
Romeiros, viúvas solitárias, Usuários sempre dizem...
Mães assustadas, céticos cautelosos, Salva-vidas sempre dizem...

Comumente não consigo perdoar
E atualmente a misericórdia perfura profundamente
Se o mundo fosse como deveria, talvez
Eu conseguiria dormir um pouco
E enquanto me deito, sonho que somos melhores
Os padrões se vão e os rostos brilham
Quando acordamos, odiamos nosso irmão
Ainda nos esforçamos para machucar uns aos outros
Às vezes posso fechar meus olhos
E todo o medo que me mantém calado
cai sob minha dificultada respiração
O que me torna tão mal resolvido?
Todos temos a chance de matar
Todos sentimos a necessidade de um milagre
E ainda queremos lembrar que a dor vale o desposjo (trovejar)

Às vezes quando perco o controle,
Fico imaginando o que fazer sobre o céu
Todas as vezes que pensei em chegar lá em cima
Todas as vezes que tive que ceder
Bebês debaixo de seus berços
Hospitais que não podem cuidar das feridas
que o dinheiro causa
Todo o conforto das catedrais
E o choro das crianças sedentas,
esta é a nossa herança
E toda a ira de mães a velar,
esta é a nossa maior ofensa
Oh meu Deus”

( Tradução da música “Oh my God” (clique para ouvir) da banda Jars Of Clay )

Até quando iremos domingo após domingo nas nossas igrejas, sentaremos em nossos confortáveis bancos,  com nossas roupas de marca, cantaremos no louvor, ouviremos a palavra, diremos Glória a Deus, Aleluia, sairemos, iremos para casa, e acharemos que após todo esse nosso ritual cumprimos nosso dever de crente, passamos pela “árdua” jornada de louvarmos a Deus, e agüentarmos  o Pastor que não sabe nada falar algumas palavras bonitas La na frente, pronto, “garanti meu lugar” no céu você deve pensar.  Se você pensa assim, ou talvez não pense, mas simplesmente age assim, simplesmente ignorando que existem pessoas neste mundo que não possuem o que comer, vestir, onde morar, famílias inteiras vivendo em condições desumanas,  crianças morrendo por falta de alimento, remédio, água potável. E sabe o que você tem feito? NADA! Tem fechado seus olhos, endurecido seu coração, e ignorado que isso é culpa nossa, que não fazemos nada para ajudar, nem ao menos nos importamos.

Agora pergunto quantas pessoas que se dizem cristãs muitas vezes choram ao assistir filmes de cachorros como “Marley & Eu”, “ Para sempre ao seu lado “, mas agem com indiferença ao saber as notícias como das catástrofes que tem acontecido no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina? Ou não se incomodam em ver uma criança desabrigada, a passar fome?
Em Galatas 5:14  diz: “Porque toda a lei se cumpre numa só palavra, nesta: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. “ AMAR AO SEU PRÓXIMO! Você acha que amar ao próximo é se omitir aos problemas das pessoas que precisam de sua ajuda? Ou simplesmente não ir ajudar alguém porque está cansado, com preguiça, desanimado? Agora te digo, uma pessoa ao que realmente entregou sua vida a Jesus, passa a ter o amor de Cristo dentro de si, que o envolve por inteiro criando naturalmente em seu coração um sentimento de inconformidade, o desejo de ajudar, a compaixão pelo próximo. “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus. “ Romanos 12:2 Se isso não acontece com você os problemas das outras pessoas pouco importam, se a dificuldade de seus vizinhos não o aflige, se tantas pessoas morrendo, com fome, com dor, por causa de negligência não tira a sua paz, então há algo muito errado com você.

Que possamos viver o amor de Cristo que habita em nós, e não simplesmente nos apegarmos a uma falsa religiosidade inútil. Que paremos de simplesmente clamar “ Ó meu Deus... Ó meu Deus” e comecemos a fazer a vontade desse nosso Deus! E Que seja feito por causa do amor, e não atrás de realização pessoal e glórias!

“Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos;
Porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber;
Sendo estrangeiro, não me recolhestes; estando nu, não me vestistes; e enfermo, e na prisão, não me visitastes.
Então eles também lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, ou com sede, ou estrangeiro, ou nu, ou enfermo, ou na prisão, e não te servimos?
Então lhes responderá, dizendo: Em verdade vos digo que, quando a um destes pequeninos o não fizestes, não o fizestes a mim.
E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.” Mateus 25: 41-46

sábado, 15 de janeiro de 2011

eu, tu, ELE!!!


(Quadro de JASIEL BOTELHO, http://jasielbotelho.blogspot.com/ )


Nos últimos anos tenho ouvido muitos pastores, líderes, e todos os tipos de “cristãos” dizendo que estamos vivendo um avivamento, que é necessário avivamento, que é chegado o avivamento do Brasil. Mas muitas vezes o que eles dizem por avivamento são “simplesmente” manifestações do Espírito Santo, moveres, momentos, e se esquecem do que realmente significa avivamento. Pesquisando um pouco, acabei por descobrir que a palavra correspondente para avivamento em Inglês, Hebraico e Grego é: RENASCER (ou nascer novamente, de novo). Isso me leva a lembrar uma conversa que Jesus teve com Nicodemos onde ELE diz:
“A isto, respondeu Jesus: Em verdade, em verdade te digo que, se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus.” João 3:3

 Nascer de novo... Ai está algo que talvez não seja tão falado hoje em dia, já que não é algo fácil, não dá ibope, e custa caro, sim caro, custa sua vida! “Minha vida” deve você ter se perguntado. Sim, sua vida, pois para nascermos novamente é necessário que morramos, morramos para nós mesmos, “morrer” o nosso ego, orgulho, as nossas vontades, os NOSSOS planos e sonhos, vícios, o controle da nossa vida...  Mas não agir de tal maneira por simples vontade, ou atrás de alguma compensação divina, pois é impossível eu fazer algo para que mereça ser Salvo por Jesus, mas para sermos salvos, é necessário entregarmos nossas vidas a Cristo, e o único modo de fazermos isso é morrendo para nós mesmos e permitindo que a partir desse ponto Ele viva através de nós.Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Gálatas 2:20

 A partir do momento que Cristo passa a viver em nós, temos uma mudança, pois seu imenso amor agora habita em mim e você, e nos constrange de tal maneira, que é impossível nos mantermos indiferentes, sem o desejo de agradá-lo, de estar cada dia mais perto de Deus, procurando fazer sua vontade, viver os sonhos e planos DELE para nossa vida, trazendo assim uma paz, uma alegria, que excedem nosso entendimento. Fazendo assim é necessário que dia após dia matemos mais nosso “EU”. “Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado. 1 Coríntios 9:27

“Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renuncie-se a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma? Ou que dará o homem em recompensa da sua alma?” Mateus 16:24-26. Assim, ao morrermos temos o avivamento, ou seja, passamos a viver de novo, mortos para este mundo, mas vivos para Cristo,  pois tudo neste mundo passará, mas Jesus nunca, Ele é eterno, é a nossa escolha infalível, o real, verdadeiro, e maior motivo para que vivamos!

 E este avivamento nos leva a uma intimidade com Cristo, ao Espírito Santo Habitando em nós, movendo nossos corações a todo o momento, restaurando o prazer no viver, levando-nos a sermos novas criaturas, filhos de Deus, vivendo como a vontade dEle : “(...)Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Mateus 22:39b. E isto é, viver de modo que nosso viver afete à aqueles que nos rodeiam, levando o Amor de Jesus a todos os outros que ainda não o conhecem. É necessário que haja um avivamento (o renascer) dos Sonhos, Planos e Promessas de Deus em nossas vidas, das Nossas Igrejas para Cristo e de nossas Vidas. E você, o que tem buscado? O verdadeiro avivamento, ou apenas momentos, moveres, experiências, e “fogo”? Que a partir de hoje você passa a buscar o que realmente importa: um encontro com Deus, que promova a morte de seu “EU” e que leve a uma nova vida, onde Cristo vive através de você.
Por último deixo para vocês um pequeno trecho da Bíblia que mostra o que seria um verdadeiro avivamento:
Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós. Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos; Trazendo sempre por toda a parte a mortificação do Senhor Jesus no nosso corpo, para que a vida de Jesus se manifeste também nos nossos corpos; E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal. e maneira que em nós opera a morte, mas em vós a vida. E temos, portanto, o mesmo espírito de fé, como está escrito: Cri, por isso falei; nós cremos também, por isso também falamos. Sabendo que o que ressuscitou o Senhor Jesus nos ressuscitará também por Jesus, e nos apresentará convosco. Porque tudo isto é por amor de vós, para que a graça, multiplicada por meio de muitos, faça abundar a ação de graças para glória de Deus. Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.” 2 Coríntios 4: 7-18

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

#OrePeloBrasil






Penso que todos vocês tenham visto os últimos noticiários, tanto no Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais ( se esqueci de algum estado me desculpem ) tem sido castigados pelas chuvas, deslizamentos de terra, alagamentos, vidas sendo perdidas todas as noites, cada hora que passa o número de vítimas aumenta, são mães vendo seus filhos morrerem, Maridos perdendo esposas, bisavós enterrando Filhos, netos e bisnetos. Infelizmente, já é a pior tragédia no Brasil dos últimos 50 anos. A maioria de nós não pode ir ajudar as pessoas atingidas direta e indiretamente pelas chuvas, mas podemos fazer algo sim: ORAR. Isso, devemos orar, para que Deus esteja consolando o coração daqueles que perderam entes queridos, que Ele esteja ajudando tantas familias a recomeçarem suas vidas, e para que mais tragédias não aconteçam. A campanha #OrePeloBrasil seria a de tirarmos 15 minutos de todos os nossos dias para estarmos orando. Esteja ajudando a divulgar usando a " #OrePeloBrasil " no twitter, facebook, orkut... como for possível.


Abaixo estão algumas formas de você estar ajudando as vítimas tanto do Rio como de São Paulo.

RIO DE JANEIRO:

Petrópolis
Foram montados três postos para doação de água, colchão e material de limpeza e higiene na região de Itaipava: na Igreja Wesleyana, no Vale do Cuiabá; na Igreja de Santa Luzia, na Estrada das Arcas; e no centro de Petrópolis, na sede da Secretaria de Trabalho, Ação Social e Cidadania (R. Aureliano Coutinho, número 81).

Polícia Militar
Todos os batalhões da PM do Rio de Janeiro vão receber doações a partir desta quinta-feira (13). Os comandantes dos batalhões recomendam a doação de água mineral, alimentos não perecíveis e material de higiene pessoal.

Rodoviária
A Rodoviária Novo Rio recebe doações para a Cruz Vermelha. Os donativos serão recebidos no piso de embarque inferior, das 9h às 17h.

Viva Rio
O Programa de Voluntariado do Viva Rio também iniciou uma campanha de arrecadação de roupas e mantimentos para a região serrana do Rio de Janeiro, especialmente Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. Para ajudar, basta fazer a doação na sede do Viva Rio (Rua do Russel, 76, Glória). Para mais informações o Viva Rio disponibiliza os telefones (21) 2555-3750 e (21) 2555-3785.

Postos em supermercados
O grupo de supermercados Pão de Açúcar montou postos de arrecadação em todas as 100 lojas da rede no estado do Rio. As doações podem ser feitas nos estabelecimentos Pão de Açúcar, ABC Compre Bem, Sendas , Extra Supermercados e Assaí. De acordo com o grupo, os donativos serão entregues até 26 de janeiro.

Polícia Rodoviária Federal
A partir de quinta-feira (13), a Polícia Rodoviária Federal vai montar quatro postos de arrecadação de alimentos e produtos de higiene pessoal. Dois pontos vão funcionar 24 horas, um deles será instalado na BR-116, na altura do pedágio da Rio-Magé, e o outro na BR-101, no trecho de Casimiro de Abreu.

Outros dois postos, na Rio-Petrópolis e na Rodovia Presidente Dutra, vão funcionar das 8h às 17 horas. A PRF informou que os alimentos arrecadados serão entregues para a Cruz Vermelha, que ficará encarregada de fazer a distribuição às vítimas.

Metrô do Rio de Janeiro
A partir do dia 14/01, o Metrô Rio, em parceria com a ONG Viva Rio, recolhe doações para os desabrigados. A coleta será feita em 11 estações das Linhas 1 e 2 (Carioca, Central, Largo do Machado, Catete, Glória, Ipanema/General Osório, Pavuna, Saens Peña, Botafogo, Nova América / Del Castilho, Siqueira Campos).

Cruz Vermelha de Curitiba
A Cruz Vermelha de Curitiba está recebendo água, cobertor e alimentos não perecíveis para as vítimas das chuvas do Rio de Janeiro e de São Paulo. As doações podem ser entregues na avenida Vicente Machado, número 1310, no Batel. Telefone para informações (41) 3016-6622.

A Cruz Vermelha divulgou endereços em diversos estados para receber doações destinadas às vítimas da tragédia. A entidade pede que sejam doados água potável, alimentos, roupas, cobertores, colchonetes e itens de higiene pessoal, como sabonetes, pastas de dente e fraldas descartáveis. Saiba quais são os locais:

AL
Endereço: Av. Com. Gustavo de Paiva, 2.889 – Mangabeiras
CEP:57.038-000 – Maceió – AL
Tel.: (82) 3325-2430 – Fax: (82) 33325.1607

AM
Endereço: Parque Residencial Adrianópolis, QB – Casa 16
CEP:69.020-210 – Manaus – AM.
Tel. Res.: (92) 3236.5704

BA
Endereço: Av. Luis Eduardo Magalhães, 3091
Bairro: Cabula
CEP:41.150.595, Salvador – Bahia
Tel.: (71) 33410414 – (71) 3555.4112

CE
Endereço: Rua José Lourenço, 3.280 – Aldeota
CEP: 60.115-282 – Fortaleza – CE.
Tel.: (85) 3472.3535 / (85) 3472-3531

DF
SCLRN 715, Bloco C, Loja 25
Brasília – DF
Tel.: (61) 3361.6904

MA
Endereço: Av. Getúlio Vargas, 2342 – Monte Castelo
CEP: 65.025-001 – São Luiz – MA
Tel.: (98) 3222-4331

MT
Endereço: Av. Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA) s/n° ao
lado do Comando Geral da Polícia Militar
CEP: 78.058–970 Cuiabá – MT
Tel.: (65) 3641.2629

MS
Endereço: Av. David Correia Leite, 273 Universitaria 2
CEP: 79.071-310 Campo Grande – MS.
Tel: (67) 3388.0056

MG
Endereço: Alameda Ezequiel Dias, 427- Centro
CEP: 30.130-110 – Belo Horizonte – Minas Gerais
Tel.: (31) 3224.2987 / (31) 3226.4233

PA
Endereço: Av. Gentil Bitencourt nº 1.840 Bairro São Braz
CEP: 66.040-000 Belém – PA.
Tel. Filial (91) 3226.2556 / Fax 3226.5934 / 3226.2554

PR
Endereço: Rua Vicente Machado, 1.310-Centro
CEP: 80.420-011 – Curitiba – PR.
Tel:(41) 3016.6622 / (41) 3017.5260
Fax: (41) 3017.5261

PE
Endereço: Rua Itaquicé, 140 IPSEP
51.350-160 Recife m- PE.
Tel.: (81) 3224.5906

RN
Filial do Estado do Rio Grande do Norte
Rua Gastão Mariz, 191 Nova Descoberta
CEP: 59.075-280 Natal – RN
Tel:(84) 3234.1292

RJ
Endereço: Praça Cruz Vermelha, 10/12 Térreo Centro
CEP: 20.230-130 Rio de Janeiro – RJ.
Tel.: (21)2508.9090

RS
Endereço: Av. Independência, 993 – Centro
CEP: 90.035-076 – Porto Alegre – RS.
Tel.: Filial (51) 3391.5955 – 3391.5953

SC
Endereço: Rua Santos Saraiva, 821 – Estreito
CEP: 88.070-100 – Florianópolis – SC.
Tel.Filial (48) 3244.6681
Tel.: (48) 3244.4718

SP
Endereço: Av. Moreira Guimarães, 699 – Indianópolis
CEP: 04.074-031 – São Paulo – SP.
Tel.: (11) 5056-8666

DOAÇÃO DE SANGUE

Hemorio

Rua Frei Caneca, 8, Rio de Janeiro, Centro

Telefone: 0800-282-0708

DOAÇÃO DE DINHEIRO

“SOS Teresópolis – Donativos”

Banco do Brasil

Agência 0741-2

Conta Corrente: 110000-9

DOAÇÃO DE ALIMENTOS E ROUPAS

Cruz Vermelha

Praça Cruz Vermelha 10

Centro do Rio



SÃO PAULO:

As famílias precisam de água, leite de caixa, bolacha, achocolatado, café, material de limpeza (água sanitária e sabão em pó), material de higiene pessoal (xampu, sabonete, creme dental, escova de dente e papel higiênico), fralda, pano de chão, rodo e vassoura.

Cruz Vermelha de São Paulo
Avenida Moreira Guimarães, 699, em Indianópolis, em São Paulo

Defesa Civil de São Paulo
Rua Afonso Pena, 130, no Bom Retiro, em São Paulo

Fundo Social de Solidariedade
Rua Adolfo André, 1.055, no Centro de Atibaia

Cruz Vermelha de Curitiba
A Cruz Vermelha de Curitiba está recebendo água, cobertor e alimentos não perecíveis para as vítimas das chuvas do Rio de Janeiro e de São Paulo. As doações podem ser entregues na avenida Vicente Machado, número 1310, no Batel. Telefone para informações (41) 3016-6622.



" Oh! se eu pudesse consolar-me na minha tristeza! O meu coração desfalece em mim. " Jeremias 8:18

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

ESCÂNDALO


Quando será que vamos começar a nos importar com o que realmente tem importância? Ou você acha que se preocupar em se falaram merda ou não é mais importante do que se preocupar com essas 30.000 crianças que morreram? Ou os pais de familia que foram assassinatos? Ou aqueles que suicidaram a 5 min. atrás porque ninguém levou uma palavra de Amor( que só Jesus pode oferecer ) para ele?

Então, você ainda acha que está fazendo a diferença por simplesmente não falar palavrão, beber, fumar, jogar e transar?

" Naquele tempo passou Jesus pelas searas, em um sábado; e os seus discípulos, tendo fome, começaram a colher espigas, e a comer. E os fariseus, vendo isto, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos fazem o que não é lícito fazer num sábado. Ele, porém, lhes disse: Não tendes lido o que fez Davi, quando teve fome, ele e os que com ele estavam? Como entrou na casa de Deus, e comeu os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem aos que com ele estavam, mas só aos sacerdotes? Ou não tendes lido na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa? Pois eu vos digo que está aqui quem é maior do que o templo. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifício, não condenaríeis os inocentes." Mateus 12: 1-7

sábado, 8 de janeiro de 2011

A ESCURIDÃO




Ele vinha caminhando, ou talvez rastejando, estava tão escuro que era impossível saber. A escuridão já o havia consumido, o frio entrava por suas mãos, endurecia seus músculos, gelava sua alma. A aflição inicial já não era mais percebida, estava anestesiado, apenas a esperar o fim. Já não havia mais solução, o tempo já não fazia mais sentido, como um zumbi vivia , se alimentando de ilusões, decepções, choro, raiva, ódio... todas as noites, o senhor da escuridão vinha conferir, como as coisas iam, não era necessário acorrentar seu prisioneiro, mais um na multidão de bichinhos de estimação ( era como ele chamava seus prisioneiros ), eles mesmo se prendiam em suas cadeias, quase que se enforcavam " sem querer ", o choro dominava o local.
Os dias iam passando, na verdade, eram somente noites, o sol nunca nascia, o dia não existia, o martírio continuava, o lugar cheirava morte, loucura, ele já não sabia mais se estava cego, ou se era somente a escuridão, o gosto do féu na boca, o remorso que o acompanhava...
A esperança terminara, nem vivo ao certo ele sabia se estava, e aquilo que ele fazia não se podia ser chamado de viver, só lhe restava a vaidade, a inveja, o rancor... seu coração não batia mais, já estava endurecido, seus ouvidos ele preferiria arrancar a continuar a ouvir todos os sons tão horrendos que me recuso a reproduzi-los aqui.
A unica faísca de vida ainda presente em seu corpo era uma lembrança, mesmo que vaga, de algo que ele não sabia ao certo, talvez um mito, uma lenda, de alguém que poderia ajudá-lo, quem sabe dar-lhe um cobertor para se aquecer, um pouco de amor para ele comer, mas o que queria mesmo, o único sonho que possuía, era raro, mas era, de que esse alguém pudesse ao menos por mais uma vez mostrar-lhe uma luz, se ele já estivesse cego. Enquanto essas sensações preenchiam o último espaço ainda vivo de seu coração, ele reuniu todas suas forças, e gritou com todos seus pulmões: ME AJUDA!!!!
Talvez tenha soado como um suspiro, mas para ele foi como um rugido, tão forte, que desmaiou em seguida. Então começou a recuperar seus sentidos, aos poucos, e ele já não sabia se eram alucinações por causa do desmaio, ou se realmente havia uma luz, um pingo de luz. Ele continuou olhando fixo para aquele ponto, que surpreendentemente parecia aumentar, bem lentamente, e o ponto já virara uma mancha, que se transformava em um borrão que vinha quebrando a escuridão, cada vez mais rápido. Era uma luz diferente de todas as que ele via antes, era infinitamente mais brilhante, hipnotizante, era impossível não ser atraído por ela, que se aproximava, ele com medo de não conseguir olhar mais pra ela, pensa em cobrir seus olhos, mas não tem coragem, e quanto mais perto estava, mais ele se impressionava, a luz não incomodava, na verdade ele começava a se sentir quente, era como a vida entrando em seu corpo novamente, já era possível ver todos machucados, feridas, sujeira, que o cobria, mas já não importava, algo inundava seu coração, que voltava a bater, e quanto mais próxima a luz ficava, era possível ver que ela vinha de um homem, ao olhar bem, ele percebeu que a luz era o homem, e antes que pudesse pensar mais, Ele, O Homem, já estava de pé em sua frente, com um sorriso no rosto sereno, tudo em volta estava iluminado, mas ele sem entender nada pergunta:
- Quem é você?
- Sou Aquele que você pediu ajuda, sou o mito, a lenda, a verdade, a vida...
- VOCÊ existe então?
- Sou até mais real que você.
- E porque você veio me ajudar? Estou tão sujo, fedido, e tudo isso é culpa minha...
- Porque eu TE AMO, mais do que qualquer outra pessoa já amou, ou vai amar. Eu vim te buscar, quero cuidar de você, limpar seus machucados, curar suas feridas, te dar roupas novas, tira-lo dessas correntes, arrancar a corda de seu pescoço, te dar comida, vamos?
- Mas, eu não consigo andar, meus músculos estão fracos demais, tudo dói...
- Eu te carrego, eu serei suas pernas, seus braços até que tenha forças novamente.
- então eu vo...
E antes que ele pudesse terminar a frase, O Homem já o tomava nos braços, não se importando com o mau cheiro, ou com os vermes que já o cobriam, e caminhava para fora da escuridão, levando-o para a vida, o vento fresco se misturava ao calor da vida, já era possível sentir o cheiro das flores, ouvir o barulho dos mananciais, o cheiro doce e leve dos frutos inundavam suas narinas, ele estava entrando em um maravilhoso jardim, que não se via o fim, altos montes ao fundo, o céu mais azul que já havia visto, algo novo para ele começa a tomar conta de seu corpo, sua alma, ele não sabia ao certo o que era, algo que parecia dar vida a ele, mais tarde veio a saber que era um tal de amor que estava começando a envolve-lo.
Antes que entrasse em um delicioso sono, ele pergunta para o homem, intrigado em saber mais sobre seu salvador:
-Qual seu nome?
- Tenho vários nomes, mas me chame de Jesus, O Cristo.