terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

NÃO QUERO OUVIR E PRONTO!


“Pois este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do Senhor; que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e profetizai-nos ilusões; “
Isaias 30:9-10

Hoje não estou com paciência para fazer uma introdução bonita, suave, para levá-los a conhecer  o tema suavemente, pois este assunto não é suave, não tem meias palavras, não tem interpretações diferentes, o que está escrito é o que temos que entender. Em nossas igrejas temos sido um povo rebelde e mentiroso, temos nos recusado a ouvir o que Deus tem falado, dentro de nossas vãs convicções achamos que a palavra que nossos profetas trazem são muito duras, incomodam. E por que isso? Por que agir assim?  “ Vaidade de vaidades!- diz o pregador, vaidade de vaidades! É tudo vaidade “ Eclesiastes 1:2. Por causa de nossa vaidade, estupidez, rebeldia, nosso ego e tantos outros motivos, todos frutos de nossa carne. "Para os vaidosos, os outros homens são sempre admiradores."(O Pequeno Príncipe)” Com essa frase digo que todos os que esperam ouvir apenas o que soa gostoso aos seus ouvidos são vaidosos, que querem ser admirados por sua aparente espiritualidade, sabedoria, e auto suficiência, ou querem que admirem sua falsa disposição em procurar ajuda. Eu sei que se você é um desses vaidosos muito provavelmente lerá este texto e não fará a mínima diferença, mas se por algum motivo resolver prestar atenção nesta palavra lembre-se de Cristo, da Cruz, e do exemplo que Ele nos dá, em sua submissão, e humildade, ao ir contra suas vontades e aceitar aquilo que o Pai tinha para Ele. dizendo: Pai, se queres afasta de mim este     cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua.” Lucas 22:24. Veja, o que Deus tinha para Jesus era muito mais difícil do que as palavras que o Pai tem dito para você, e, mesmo sendo doído, Cristo em nenhum momento se negou a ouvir a voz de Deus, e obedecer a vontade dEle. Que este seja nosso exemplo, que a renúncia que a Cruz nos ensina não fique restrito apenas a belas palavras na bíblia, mas que possam ser vividas todos os dias de nossas vidas, renunciando todos os dias a nossa vontade de vivermos na nossa zona de conforto, renegando as palavras libertadoras, disciplinadoras, e desafiadoras de Deus.Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que tomam conselho, mas não de mim; e que se cobrem, com uma cobertura, mas não do meu espírito, para acrescentarem pecado sobre pecado” Isaías 30:1. Não sejamos mais como Israel que desviou de seus caminhos, calou seus profetas, se afastou de Deus,e que tolamente procurou as respostas e “profecias” que queria, que agradavam ao enganoso coração deles, não acrescentemos mais “pecado sobre pecado”.

 Agora cabe a quem leva a palavra de Deus não atender a caprichos de “crentes” narcisistas e hedonistas, ou simplesmente para agradar aqueles que o ouvem ,não deixarem levar-se por achismos e sabedoria própria e muito menos falar no sentindo contrário a palavra de Deus. “E entre os profetas de Jerusalém vi algo horrível: Eles cometem adultério e vivem uma mentira. Encorajam os que praticam o mal, para que nenhum deles se converta de sua impiedade. Para mim são todos como Sodoma; o povo de Jerusalém é como Gomorra. " Por isso assim diz o Senhor dos Exércitos acerca dos profetas: "Eu os farei comer comida amarga e beber água envenenada, porque dos profetas de Jerusalém a impiedade se espalhou por toda esta terra". Assim diz o Senhor dos Exércitos: "Não ouçam o que os profetas estão profetizando para vocês; eles os enchem de falsas esperanças. Falam de visões inventadas por eles mesmos, e que não vêm da boca do Senhor. Vivem dizendo àqueles que desprezam a palavra do Senhor: ‘Vocês terão paz’. E a todos os que seguem a obstinação dos seus corações dizem: ‘Vocês não sofrerão desgraça alguma’. Mas qual deles esteve no conselho do Senhor para ver ou ouvir a sua palavra? Quem deu atenção e obedeceu à minha palavra?” Jeremias 23: 14-18

Que possamos estar sempre com nossos ouvidos abertos a palavra de Deus, independente dela ser dura ou suave, e que nossa boca seja instrumento nas mãos do Senhor para falarmos aquilo que Ele deseja.

Um comentário:

  1. Como é citado em Apocalipse 2.7:
    "Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas: Ao que vencer, dar-lhe-ei a comer da árvore da vida, que está no meio do paraíso de Deus."
    Senhor, abre os meus ouvidos que eu ouvir. Abre os meus olhos que eu quero ver. Abre o meu coração, quero sentir, teu grande amor.

    ResponderExcluir