sexta-feira, 27 de maio de 2011

VÍDEO DA SEXTA #07

Ola pessoal. Mais uma semana se passou. Bem, na verdade desde o ultimo vídeo foram duas, infelizmente semana passada por causa de alguns imprevistos não pude colocar nenhum vídeo aqui. Ficam aqui minhas desculpas. Mas para compensar, o de hoje é muito especial (sim, toda sexta eu falo isso).


O vídeo desta sexta é do Pr. Paul Washer. Uma rápida mensagem nos lembrando qual é a nossa função. Aproveitem, e comentem.

terça-feira, 17 de maio de 2011

AO FIM DO DIA...


(foto do   )
“Alegria encontrei ao entender
Te fazer feliz é ser feliz sem querer
Pois melhor que olhar para Ti sem anseio
E sorrir é ver-te sorrindo em meus braços
Ao fim do dia
Do dia, do dia
E no coração sentimento eu vou buscar
E o mais belo que eu encontrar
Eu vou lhe dar”

(trecho da musica “Ao Fim do Dia” da banda Fruto Sagrado)


     Esta musica me lembra de muitas coisas, e me faz pensar mais ainda. Talvez pareça inapropriada uma letra aparentemente romântica para falar de Deus, mas é justamente sobre relacionamento que vou falar. Mais especificamente, do nosso relacionamento com Deus.
     O começo desta canção me faz pensar em como nossa vida muda, ou deveria, ao conhecermos Deus. É alegria, encontramos um novo sentido para viver, na verdade encontramos finalmente a razão da vida. O tempo passa, e começamos a nos esquecer disto, que nossa maior alegria tem que ser fazer O Pai feliz, pois fazendo isso também seremos felizes. Mas como faze-Lo feliz? Obedecendo-o. Sim, obedece-lo é a única coisa que precisamos fazer para alegrar Deus, ou melhor, é o primeiro passo. “E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor. Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.” Marcos 12:29-30. Sim, amar a Deus é um ato de obediência, e amar está intimamente ligado em confiar. Sem confiança é impossível amar alguém, muito menos o Pai. Temos que confiar que Ele não vai nos decepcionar, independente do que aconteça, Ele está no controle, no comando, e sabe que por mais que as coisas não tenham sentido para nós num primeiro momento ao fim de tudo veremos o resultado e diremos:
-Ahhh, agora entendi o porque de tudo aquilo.
E mesmo que não entendamos, tenhamos a certeza, Deus tem o melhor para nós, tem planos, projetos, e somente dentro deles podemos ser totalmente realizados, felizes, pois estaremos com Deus, no centro da sua maravilhosa vontade, podendo desfrutar de tudo aquilo preparado para nós.
Eu não sei o que você tem passado, não conheço seus problemas, medos, inseguranças, traumas, angústias, marcas. Mas eu sei que Deus não vai te decepcionar. Ele não vai errar com você, muito menos falhar. Em alguns momentos vai doer, serão necessárias mudanças, em nossas vidas, nosso caráter, mas tudo para nos aperfeiçoar, nos aproximar de Deus, e permitir que O amemos mais, confiemos mais. E nos momentos de dor O Pai estará do seu lado, te confortando, te consolando, ajudando, chorando com você. Ele te carregara no colo quando não tiveres mais forças para caminhar.

     Que a cada dia possamos confiar mais em Deus, mesmo quando as respostas não vem, quando tudo parece confuso, quando todos te decepcionarem, quando não houver mais esperança, lembre-se, Deus é contigo, Ele está com você para o que der e vier, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. E que ao fim do dia possamos felizes descansarmos em seus braços.

"Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.
Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas.
Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve".
Mateus 11:28-30

sexta-feira, 13 de maio de 2011

VÍDEO DA SEXTA #06

Mais uma semana se foi, que por sinal foi muito corrida, isso sim. Nada melhor que um vídeo mais "light" nessa sexta, pra dar uma relaxada.


Esse vídeo faz parte de uma campanha promocional de uma empresa de eletrodomésticos (brastemp). Queria compartilhar com vocês, pois, depois de vê-lo fiquei pensando um bom tempo em quanto um sorriso pode fazer toda a diferença, como um gesto de carinho tão simples pode mudar todo o seu dia. Então SORRIA, e assista o vídeo:

(Esse vídeo foi uma dica da minha grande amiga @CarolineMorais , a Carol. )

sexta-feira, 6 de maio de 2011

VÍDEO DA SEXTA #05

 Mais uma semana se passou, mais uma sexta chegou (rimas infames), e mais um vídeo para vocês. O de hoje é um teatro apresentado no encontro de adolescentes metodistas, de todo o Brasil, que ocorreu em Julho de 2010.

Assistam e Reflitam:


quarta-feira, 4 de maio de 2011

A VOLTA.

     As lagrimas corriam pelo seu rosto, misturando-se com sujeira de sua alma, tornando-se um escuro e sujo fluído que escorria por seu corpo, expondo a podridão em que estava sua vida.
     As pernas latejavam de dor devido ao cansaço. O sangue lentamente escorria de seus secos lábios. A barba escondia as marcas de seu rosto, que não se comparavam as feridas que foram abertas em seu coração. A mão calejada, os braços cortados. Em seus olhos não se encontrava vida, apenas a amargura.
     A areia do deserto comia os seus pés e o resto de esperança que já não havia. Em seus ouvidos apenas uma palavra ecoava: VERGONHA. Em sua mente não havia espaço para nada, a tristeza, o medo, a saudade, o arrependimento, o passado, já haviam a dominado.
     Seus olhos e enganam. Atravessa uma porteira e ao longe avista a casa com que tanto sonhava. Era uma miragem. Só poderia ser. Por mais que tentasse não conseguia acreditar que estava novamente naquela estrada, mas agora no sentindo certo.
     Mais alguns minutos (que pareceram anos, e quem dirá que não foram?) seus olhos arregalam, seu coração dispara, teria visto um fantasma? Ou seria ele próprio já um fantasma? Suas pernas travam, já não há coragem para caminhar. Pensa em virar e sair correndo, mas seu corpo não responde mais suas ordens. Um volume insano e inacreditável de informações e lembranças varrem suas ideias. Infância, adolescência, juventude, passam em seus olhos em um instante.
     Aquele homem que ele tanto magoou, desrespeitou, ignorou, vem se aproximando, correndo, correndo e correndo com todas suas forças.
     Nosso peregrino está de joelho, cabeça baixa, misturando-se com sua sombra. Ao levantar a cabeça vê aquele grande homem, também de joelhos, a sua frente, de braços abertos, como uma cruz, que não se importando com o estado em que o jovem se encontrava o abraçou, e sua alegria corre dos olhos, e em êxtase diz:
- Filho amado, eu estava te esperando, todos os dias.
- Eu não sou digno de chama-lo de pai. Eu desonrei teu nome, te envergonhei, magoei, só fiz besteira, não quis te escutar, zombei de ti, eu sou um lixo, um nada, Eu...
- PARE! O que me importa é que você está aqui. Você estava morto, mas hoje nasceu de novo, eu não via a hora de te ver. Filhão, eu te amo tanto, tanto, tanto. Que bom que voltou.
     O Pai se levanta, ajuda seu filho levantar, mas ele está tão fraco que mal consegue ficar em pé. Seu pai o toma nos braços e o carrega por todo o caminho até a casa, onde ele é cuidado, tratado, medicado, ganha novas roupas, enfim ele é um homem novamente, e em seus olhos, agora, se encontra A VIDA.