domingo, 19 de junho de 2011

A NOSSA ÁFRICA.





“Eu estou esperando sentada, e penso em Angeline
A voz da sua mãe ao meu redor
E os tiros da guerra onde já houve silêncio

No alto de um monte milenar
Eu penso em Albertine
Lá nos seus olhos, o que eu não vejo
com os meus olhos

Ruanda,
Agora que eu já vi
Eu sou responsável
A fé sem atos é morta
E agora que eu te tive em meus próprios braços
Eu não posso deixar você ir

E eu estou num avião
Num lugar distante no mar
Mas eu te carrego em mim
Na areia que ficou nos meus pés

(...)

Eu vou contar ao mundo
Vou contar a eles onde eu estive
Eu vou manter minha palavra
Vou contar-lhes, Albertine

(...)

Eu estou num palco, milhares de olhos em mim
Eu vou contar-lhes, Albertine
Eu vou contar-lhes, Albertine”

(Tradução da música Albertine, da Brooke Fraser.)

Faz muito tempo que não escrevo nada aqui né? Desculpem, mas final de semestre na faculdade toma quase todo meu tempo com provas, estudo, trabalhos... mas enfim, aqui estou. Não posso deixar de falar de algo que tenho pensado muito ultimamente.

Para começar, veja que música linda, que letra inspiradora. Quando a compositora dessa letra a escreveu, ela tinha acabado de voltar de Ruanda, um país da África, aonde tinha passado algum tempo pregando, e evangelizando, com apenas 21 anos. E ao voltar ela teve que escrever dessa música, falar do que havia visto, vivido, presenciado, tinha feito essa promessa a Albertine, uma garota deste país.  Ela sabia que não podia se calar, simplesmente fazer de conta que nada daquilo aconteceu, ou que não era mais problema dela.  Ela se tornou responsável. Tem uma frase, de um famoso livro, que exemplifica muito bem isto:

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.” Trecho de O Pequeno Príncipe.

Mas o que me faz pensar não é exatamente a atitude dela, mas a nossa. Será o que temos visto aqui em nossos quarteirões? Será que temos que ir para a África para vermos pobreza e miséria ? (Glória a Deus pelos missionários que se dispõe a pregar o evangelho para aquelas pessoas, que abrem mão de tanto conforto por amor àquelas vidas, e a Deus.). Nós, infelizmente, vivemos em um país aonde existe uma grande pobreza ainda, por mais que tenhamos melhorado nos últimos anos. Tenho certeza que todos nós já vimos alguém procurando comida no lixo, dormindo na rua, passando frio, fome, sofrendo, sendo maltratado. Nós somos um país que é famoso internacionalmente por causa do nosso Turismo Sexual. Temos crianças que morrem de desnutrição. Mendigos que morrem de frio. Todos os dias vidas inocentes são tomadas nas guerras do tráfico, ou por um simples assalto. A cada 15 segundos uma criança é sexualmente violentada, sendo que as estatísticas mostram em que muitos casos acontecem dentro de suas próprias casas.

Não vou me alongar no tema, não é necessário. Não é uma crítica a você que está lendo ao texto, é um pedido: Tenhamos compaixão por essas vidas. Amemo-los. Façamos o nosso melhor por eles. Ajudemos, e não mais nos calemos, contemos ao mundo o que temos visto, o que têm acontecido. Não sejamos mais omissos e egoístas. Que a começar pela minha vida, possamos mudar, olhar um pouco menos para nossos sofrimentos passageiros, e vermos o quanto essas pessoas tem verdadeiramente sofrido. Que em nossos corações o verdadeiro amor por essas almas nasça, e que possamos chorar a dor daqueles que têm sido tão maltratados pelo próprio mundo. Lembremos todos os dias, nós somos responsáveis por essas vidas, por aquilo que temos visto, querendo ou não.


““ Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Venham, benditos de meu Pai! Recebam como herança o Reino que lhes foi preparado desde a criação do mundo.
Pois eu tive fome, e vocês me deram de comer; tive sede, e vocês me deram de beber; fui estrangeiro, e vocês me acolheram;
necessitei de roupas, e vocês me vestiram; estive enfermo, e vocês cuidaram de mim; estive preso, e vocês me visitaram’.”

Mateus 25:34-36

Um comentário:

  1. Olá muito bom seu blog que Deus continue abençoando. fique na paz do Senhor Jesus. abraços
    www.blogandodemadrugada.blogspot.com

    ResponderExcluir