quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

NOVO ANO




    A cada novo ano surgem novas tendências e o que era considerado moda há poucos meses torna-se obsoleto. O que era tão importante pra você há 365 dias pode não ser mais, e talvez se pudesse voltar no tempo, faria tudo (ou quase tudo) diferente em 2012. Mas esse não é meu foco.

    O que eu quero saber é o que continua sendo importante pra você, o que é parte de você. Eu não quero saber se isso segue alguma tendência, se vai ter muitas curtidas nas redes sociais ou se todo mundo vai gostar de você por isso. O meu foco é saber até onde você iria pelo que você acredita, os riscos que você correria por isso.

    Garotas de 15 anos submetem-se a cirurgias plásticas repletas de riscos por terem o foco de sua vida na beleza física; quem escala montanhas ou pula de aviões considera que o prazer dessa experiência supera os riscos que ela possui; um jovem que deixa sua casa e família e corre atrás do seu futuro em outro lugar pode estar priorizando, nessa fase da vida, seus estudos, seu esporte, algum talento que ele considere relevante. Mas uma coisa eu tenho certeza: nem todo mundo aplaudiu a decisão de cada um deles. O que é normal e até aceitável, afinal, nossas experiências de vida nos tornam quem somos e talvez eu tenha passado por algo que me faça condenar sua atitude.

    Mas o que te faria parar? O que te faria desistir do que acredita?

    Eu sei que é clichê dizer isso, mas esse ano só vai ser diferente se nossas atitudes forem diferentes. Então eu te desafio a se arriscar pelo que vale a pena para o seu mundo. Muito mais do que dizer sim, eu te desafio a dizer não. Dizer não ao que é legal, ao que é bonito, ao que traz status, ao que combina, à perfeição, ao que todos gostam e dizem sim. Se você não quer, se não te faz feliz ou não te empurra para o que você quer alcançar, seja livre e diga não.

    Hoje, o amor é brega, músicas de 5 anos atrás são velhas,optar voluntariamente por uma profissão que te faz realizado, mas não te permite comprar o mais novo produto da Apple é ridículo e misturar xadrez com listras é pecado. Você não é obrigado a aceitar tudo que ouve. Ouça seus pais. Leia mais quadrinhos. Não entre em pânico por quebrar sua unha ou perder sua camiseta favorita. E por favor, esqueça a dieta e coma mais chocolate. Mas esses são apenas meus conselhos; na verdade, faça o que te faz feliz.

Feliz 2013!

3 comentários:

  1. Um ótimo incentivo para repensar a vida no começo do ano.
    Parabéns Hadassa pelo texto.
    Bjones

    ResponderExcluir