sexta-feira, 24 de maio de 2013

A VIDA, AMARILLA E SÓ


Eu poderia dizer várias coisas sobre a vida, os amores, o trabalho, São Paulo, dificuldades, doenças, paixões, ideias, comunismo, ditadura, economia, culinária, direito, PT, PSDB, cinema, porta dos fundos, trânsito, frio, tpm, futebol, e Amarilla. Mas terça-feira o Apanhador Só lançou o cd novo, então só consigo pensar nos mais belos versos que ecoam em minha mente, que teimam em me lembra que “eu to cansado eu tô cansado do pra lá e pra cá, eu quero brisa leve, se a vida é faísca, que brilhe devagar... se o engraçado às vezes faz doer, eu quero rir com cãibra”

Para baixar o (ótimo)cd novo: http://www.apanhadorso.com/

PS: Apesar de não parecer, eu tento manter um certo nível de decência nos textos e discussões neste blog, por isso, e só por isso não falarei do Amarilla. Nem da mãe dele...

Nenhum comentário:

Postar um comentário